Antigamente

24.07.12

Será que estou parado no tempo?

Onde estão os amores eram eternos?

Será que fiquei para trás?

Lembro que o simples segurar de mãos

Era um carinho poderoso

Onde um beijo tinha significado de amo você

 

Mas tudo está tão diferente

Onde está o carinho?

Onde está o romance?

Amar é errado?

Querer construir uma vida juntos

Parece estar fora de moda

 

Quanto a mim

Quero Ficar preso neste tempo

Onde existe o romance

O verdadeiro

Quero ficar preso sim

Não no conto de fadas

Mas na melhor realidade que existe

Você

publicado por mariofernando às 00:26

XIRTAM (ESPELHO)

23.07.12

Controlados, calados e pálidos

Alucinados e manipulados

Dados viciados

Certos mas errados

Comprados e subornados

Desviados, manobrados e sugestionados

Cegados, enganados e inutilizados

Desligados

publicado por mariofernando às 23:27

Muito mais

17.07.12

Muito mais do que amor

Muito além da paixão

Através de toda a dor

Com a força do coração

 

Todas as jóias

Toda a riqueza

Todas as princesas

Nem toda a beleza

 

Fora de tudo que você já sabe

Alem de tudo que vai saber

Tudo isto não define, nem de longe

Meu amor por você

publicado por mariofernando às 00:08

Continua

15.07.12

 

Estava tudo bem no seu conto de fadas

Tinha tudo o que queria

Todas as contas pagas

Não se preocupava com nada

Semana toda balada

Tinha 1, 2, 10 muitas namoradas

Claro, algumas delas pagas

Sentia-se bem, não ajudava ninguém

Na garagem uma Evoke e 2 1100

Então a vida deu aquela clássica virada

A empresa do pai, não lucrava mais nada

Logo o estilo dele vida foi mudando

Agora não dava para ter sempre o carro do ano

As festas animadas foram acabando

Onde estão seus amigos agora patrão?

A galera da Gucci e da Lui Viton?

Firmou a vida inteira sobre o dinheiro

Agora falta papel no seu enorme banheiro

Desprezava sempre os pobre e as minorias

Agora entende e sente o que é ter a barriga vazia

Vai ter que recomeçar tudo do chão

Não sabe mais com quem contar não

Foi até o 6 andar, pensou em pular

Fechou olhos e começou se soltar...

publicado por mariofernando às 17:04

O amor não é cego

14.07.12


O amor não é cego, o que nos deixa cego é o vapor da paixão, sim, é complicado distinguir ambos, mas, é necessário.

A paixão não dura muito, é um sentimento maravilhoso, claro, mas, quando passa, acaba mostrando o que realmente o outro é, imperfeito, todos nós somos.

Cultivar um amor é saber lidar com os defeitos, com coisas mínimas, tipo, “Por que raios ela tira o lixo e não coloca outro saco?” “Mas que diabo ele vai ao banheiro, e depois, não abaixa a tampa?” coisa simples, do dia a dia, que acabam mostrando nossos "pontos fracos". Creio que a  maioria das pessoas já sofreu com a paixão, temos a necessidade de ser queridos e amados, natural.

Mas devemos estar preparados para, mesmo apaixonados, enxergar o que realmente a pessoa é, ouvir o que os outros dizem, estar conscientes que o amor é algo que deve ser cultivado a cada dia.

Amar significa perdoar, mas perdoar não significa sofrer, muitos e muitos, que amam, acabam sofrendo por serem mal tratados, traídos muitas vezes, mas perdoam, sempre, amar é não fazer para o outro o que você não gostaria que fosse feito para você, é um sentimento que aparece sem controle, mas, que podemos controlar. Deixar de amar é possível, basta não regar o sentimento, tarefa difícil, mas realizável.

O amor deve ser inteligente, apesar de ser um sentimento, tem que existir racionalidade.

É bom escrever lindas poesias sobre o amor, musicas, claro, eu gosto, mas a verdade tem que ser demonstrada quando, a lua, não é mais tua, as rosas, não são mais vermelhas, o príncipe encantado, ficou desempregado, a criança está chorando...

O amor Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba. (1º Cor. 13, 4-8)

publicado por mariofernando às 16:42

Muamolão.

13.07.12

Existe um segredo nos acordes

Existe um encanto na melodia

Existe um remédio nas notas

Existe um poder nas cordas

Simples, quer descobrir?

Tente esta combinação

Uma musica, um amor e um violão

 

publicado por mariofernando às 23:35

Céu

13.07.12

 

Eu olhava seus olhos

Segurava sua mão esquerda

As palavras dançavam nos meus lábios

Mas não sabia por onde começar

Parece que alguma parte de mim não acreditava

 

Só queria ficar ali, segurando sua mão

Olhando seu rosto

Sentindo o meu coração rápido

A doce fragrância do seu perfume

Posso sentir apenas fechando os olhos

 

Tudo isto durou apenas 2 segundos

Imagino uma vida inteira com você

Acho que seria como estar na porta do céu

publicado por mariofernando às 23:14

Bamba banda samba

12.07.12

 

Parece que nosso amor anda meio bamba

Não dá mais samba, esmoreceu

Parece que seu coração andou de banda

Não tem mais samba, aiai meu Deus

 

Já procurei em outras tantas bandas

Um novo samba, igual ao seu

Mas confesso, não existe melhor samba

Do que o nosso

Você e eu

publicado por mariofernando às 23:29

Com todo o respeito - Parte 1 e 12.

11.07.12

Ouviram dos Brasileiros um grito de terror

As margens da sociedade, um choro grande

De um povo eufórico um brado quase cético

E o sol da desigualdade em raios constantes

Brilha muito mais forte do que antes

Tanta dor, tanta maldade, estampada nas inúmeras mortes

Meu senhor tenha piedade, nós rogamos, mudai a nossa sorte

Pois, sob este céu de anil, está uma terra gentil

Pátria amada, Brasil

Enganados constantemente de forma esplêndida

Ao som da televisão em um sono profundo

Fulguras, ó Brasil, pobre América (do sul)

Oprimidos por todo o velho mundo

Uma terra, invadida

Seus tristonhos campos já não têm mais flores

Mas nos bares, tem bebidas

Destruindo mentes fracas e sem valores

Ó pátria amada

Maltratada

Alguém nos salve

No Brasil, ladrões de terno, símbolo da maldade

Estampada no lábaro já rasgado da sociedade

Sem o verde-louro da Amazônia

Desmatada em alta velocidade

Pensamos só futuro

Destruímos o presente

E ignoramos o passado

publicado por mariofernando às 00:36

A magia da meia noite.

09.07.12


Eu sempre disse que não gostava de final de ano, nunca soube realmente por que.

Agora entendo, parece que depositamos todas as esperanças, sonhos e fé no ano seguinte, normal fazermos promessas e dizer, este ano vai ser diferente.

 

Quando o relógio da meia noite tem os fogos e toda a alegria pelo novo ano, acontece algo estranho, esquecemos que quem muda somos nós, se fosse possível eu faria uma festa toda vez que acordo, uma festa a cada hora a cada minuto de vida, o ultimo dia de um ano e o primeiro do outro não vão mudar nada.

Podemos chegar ao final de um ano e dizer, poxa não fiz isto não fiz aquilo e MAIS UM ANO SE PASSOU, meu Deus, as horas estão passando, os dias, pra que esperar o ano passar para cair na real? Vamos fazer o que temos que fazer agora, o que podemos fazer as horas, dias e anos são para nos ajudar a contar o tempo, e não para nos acusar, “olha se passou um mês, olha se passou um ano”

 

Você pode pensar “Mas é bom refletir sobre o que aprendemos o que erramos, e melhorar no próximo ano” sim, eu concordo, devemos fazer isto sempre que possível, mas a questão é: não super valorizar o ano seguinte, a semana seguinte, sempre algo depois, valorize o agora, valorize o que você pode fazer hoje, 2012 e 2099 são apenas números, não deposite sua força no próximo ano, na próxima segunda, no próximo minuto, encontre força agora, o agora existe, mas talvez daqui a 10 minutos, tudo tenha acabado.

publicado por mariofernando às 20:04

pesquisar

 

Julho 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
16
18
19
20
21
22
25
26
27
28
29
30
31

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro