Misericórdia, socorro e perdão.

25.09.12

Até quando vou fechar meus olhos para a tua glória?

Tentando viver “minha” historia?

Vou continuar cego?

Alimentando meu ego?

Será que vou ficar perdido nos ventos das doutrinas?

Não vou deixar você ser a minha?

Vou continuar tentando entender o infinito?

 Tentando encontrar respostas? Para perguntas que não sei?

Meu sono está pesado, igual ao meu fardo

Minhas duvidas são como correntes

Não consigo seguir em frente

Com meu rosto cravado no chão

Peço misericórdia, socorro e perdão

publicado por mariofernando às 23:40

Pensando em você.

23.09.12

Vou correndo esconder os meus segredos

Meu coração está cansado e com medo

Não posso te perder

Dormir está difícil, passo a noite e o dia inteiro

Pensando em você

Seu sorriso leve e cheio de perolas

É capaz de acalmar toda a terra

Seus olhos tão brilhantes e vivos

São guias para meu coração ferido

Mas espero sorrindo, aqui deste lado

Sonhando em um dia ser seu amado

publicado por mariofernando às 21:18

Sonho quebrado

05.09.12

 

Acordava com a chuteira no pé

Sonhava em jogar bem, igual ao Pelé

Na lição de casa sempre dava olé

Jamais recusava um jogo, nem por chicle

Jogava bem, não perdia pra ninguém

Era artilheiro do time do armazém

Quando por um olheiro foi encontrado

Foi chamado de canto, oferta irrecusável

Ele iria para um time grande da capital

Onde poderia demonstrar todo seu potencial

Só de imaginar era sensacional

Assinou a papelada, e pra família tchau!

Recém-chegado foi tomado pelo encantamento

Cidade grande não para nem por um momento

Sabia que aquele era seu momento

Seu teste seria no mesmo dia

Por enquanto somente dormia

Algumas horas depois, já descansado

Subiu na van do clube, super empolgado

Torcia para ser um dos contratados

Mas algo deu errado dentro do gramado

Uma entrada mais forte, um estalo

O joelho quebrou

O sonho acabado

publicado por mariofernando às 02:13

Doce fim (por Davi Goulart)

04.09.12

 

Até onde vai o limite do homem?

Esta busca por mais recursos tecnológicos;

Este egoísmo com o próximo;

Que mundo nojento.

Bombas, tiros, gordura, mentiras, vaidade.

Onde ta o amor?

Cadê aquela bendita harmonia entre dopamina, serotonina e oxitocina dentro de cada pessoa?

Cegas; as pessoas são cegas.

Ainda me querem colocar os 80 anos de vida biológica acima da misteriosa eternidade.

Tempo, quero tempo!

Não!

Quero água!

Boooom! Mais um motivo para guerra!

Água meus queridos, sim, água...

Aquele “awkward” momento quando não precisamos ser Deus para saber que o mundo já era.

Ora pois! Disse Manoel.

Vamos salvar aqueles que conseguirmos Maria! E deixe que os tolos se destruam!

Ame quem puder!

Corra, respire e beba água!

Viva! Cante! Louve! Ore! Pule! Ame mais! Perdoe!

E então olhe para o céu!

É um míssil Chinês?! Não

O Sol explodiu?! Não

Cornetas tocaram! Céu abriu!

Boa sorte amigo!

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por mariofernando às 23:06

Sem Deus.

04.09.12

 

Os portões esternos estão fechados

As trevas estão e são por toda parte

Gritos abafados escapam das almas

O céu já não tem cor

Espíritos quebrados, almas vazias

Finalmente o homem tem o que sempre pediu

Um mundo sem Deus

 

 

Coming soon...

publicado por mariofernando às 03:58

pesquisar

 

Setembro 2012

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
26
27
28
29
30

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro